Em meio à polêmica dos vazamentos de dados protagonizado pelo Facebook, um questionamento tem sido levantado sobre a confiabilidade dos dados de usuários. Atualmente o Google e o Facebook são as empresas online que mais recebem investimentos das marcas. Hoje, falaremos sobre como as redes fundamentam seu negocio sobre esses dados e sua relação com os anunciantes.

O que são os dados de usuários?

Quando criamos uma conta no Facebook ou em outra rede, como o Google, nós disponibilizamos várias informações, como nome completo, endereço, etc. Porém, no dia a dia, vamos revelando nossos interesses para essas páginas através das pesquisas que fazemos, de páginas que interagimos e com quem ou o quê nos engajamos.

Nós concordamos em compartilhar estas informações com as empresas no momento em que aceitamos os Termos de Uso. Normalmente, as pessoas não prestam muito atenção nisso, mas é uma condição essencial para acessarmos tais redes.

Qual a relevância disso para as redes?

O ambiente digital, com o passar do tempo, se tornou também uma mídia. Isto porque é interessante para as marcas interagirem com as pessoas naquele lugar. Hoje a internet só perde para televisão em relação a quantidade de investimento que recebe dos anunciantes. Ao contrário das mídias tradicionais (saiba mais aqui) a internet tem como direcionar mais assertivamente o investimento e, consequentemente, apresentar um relatório mais detalhado para seus anunciantes com relação ao valor investido.

Quanto mais informações sobre os usuários as redes tiverem, melhor para ela e para os anunciantes. O elo entre as redes e os anunciantes somos nós, pois cada conta nova no Facebook e no Google é um potencial cliente para alguma marca. Tem coisa melhor para o anunciante do que “achar” esse consumidor e “vender seu peixe” diretamente para ele?

Em suma, boa parte do faturamento de empresas como o Facebook e o Google vêm dos seus anunciantes. E o motivo deles estarem ali é saberem que seu anúncio vai impactar o público que eles desejam, tudo isso só se dá partir dos dados dos usuários.

A relação entre anunciantes e redes

Nesse tópico nós iremos falar de uma maneira resumida como funciona essa relação entre anunciantes e redes, especificaremos para o caso do Facebook e Google.

Google

O Google é um site de busca. As pessoas entram nele e digitam palavras daquilo que procuram, por exemplo: Publicidade Natal RN

Você sabe qual é a relação entre nossos dados, o Google, o Facebook e as marcas que lá anunciam? Fique ligado no texto de hoje que nós falaremos sobre isso.

Percebemos que várias empresas aparecem, algumas delas com o texto “Patrocinado” abaixo. As que são identificadas desse jeito são as que fazem um investimento no Google para aparecerem ali quando o usuário digitar determinadas palavras-chaves que estão no universo de interesse daquela marca.

Outra forma de se anunciar no Google é em sites da rede parceira, como portais de notícia, por exemplo. Eles firmam um contrato com o Google e a empresa comercializa os espaços do site com uma rede de clientes. Assim como as palavras-chaves, na  Rede de Display, tudo que é apresentado ao usuário vem de seu histórico de navegação. Quando abrimos uma mesma página em aparelhos de diferentes pessoas, os anúncios mudam. Isso acontece pelo fato das empresas delimitarem para quem o anúncio deve aparecer a partir dos dados que o Google tem sobre seu histórico de uso da rede.

Leia mais sobre esse tema aqui.

Facebook

O Facebook é, atualmente, a maior rede social do mundo. Em geral, as pessoas que acessam essa rede estão procurando o convívio social no mundo virtual. Dessa forma, é um ambiente ideal que uma marca procura.

O anúncio de uma marca no Facebook ocorre a partir de postagens patrocinadas, permitindo a delimitação de quem você deseja atingir de uma maneira bem detalhada. Aqui também se destaca as formas de segmentação e mensuração da campanha. É possível organizar os impulsionamentos para públicos bem direcionados e os relatórios do impacto e eficiência das campanhas sobre os usuários são bem detalhados.

Que diferença isso faz para o meu negócio?

Entender os hábitos de consumidores e potenciais consumidores é a chave para o sucesso. Por isso, empresas como o Google e Facebook recebem tanto investimento de marcas e são tão valiosas.

Por esse motivo também os dados de usuários são tão valiosos. Afinal, eles são fundamentais para as redes aproximarem as marcas do seu público.

O caso do vazamento que comentamos no início do texto põe em desconfiança a credibilidade do Facebook e, mais do que isso, deverá impactar, inclusive, a forma como a rede lida com os dados dos seus usuários, daqui em diante.

Como falamos no texto anterior (persona x publico alvo) é importante saber exatamente com quem estamos nos comunicando. Os dados, definitivamente, são ferramentas imprescindíveis para isso, pois toda e qualquer estratégia de comunicação passa por “quem queremos atingir?”.

Gostou desse texto? Saiba mais sobre o tema Adwords clicando.